domingo, 22 de novembro de 2009

Criação para São Lourenço.

Como Redator, fiz muitos trabalhos que me desagradaram, afinal, escrever o que quer é uma coisa, escrever o que alguém pediu já é outra, principalmente, quando o cliente e/ou o atendimento da sua agência não sabem nada, sobre Redação Publicitária, claro!
Mas voltando ao que é bom, fiz muitos trabalhos apaixonantes também, que me deram prazer e orgulho, um desses foi para a Prefeitura de São Lourenço-MG.
Quando trabalhava na Agência Tríadaz participamos da concorrência para cuidar da comunicação da prefeitura. Minha família, por parte de pai, é de São Lourenço e sempre tive um carinho muito grande pela cidade. Quando recebemos o briefing – dados gerais para começar o processo de criação: cliente, histórico, formatos, problemas, vantagens, verba etc. – fiquei cheio de gás pra fazer algo legal, conversei com o meu pai, relembrando de alguns detalhes da história da cidade, pesquisei bastante, escrevi muuuuuuito até chegar ao conceito: “Qualidade é fonte de vida”, claro que, com a ajuda da minha parceira Renata Alves. Era uma exigência, no briefing, dar um rumo pra ideia de uma melhor qualidade de vida e, obviamente, acrescentamos as fontes de águas naturais.
São Lourenço sempre esteve presente na minha memória pela lembrança de suas águas, tanto do Parque das Águas, quanto do Rio Verde: meus tios e tias nadavam lá, meu pai quase morreu afogado em um final de tarde turbulento, foi salvo por um pescador. Caramba, Santo Pescador, estaria onde este filho que escreve???
Voltando ao trabalho... A campanha tinha duas vertentes: para turistas e para a população, fizemos várias peças e vou mostrando aos poucos.

“Texto”, deste gênio humilde e “Arte”, de Lucas Rodrigues, também, um humilde gênio.

Maury Muniz
.

sexta-feira, 20 de novembro de 2009

Eu amo meu trabalho.

Viver é ótimo e quando trabalhamos com entusiasmo (pra quem não sabe é: “ter Deus no coração”) tudo fica mais suave, mais recompensador. Na vida profissional é preciso gostar do que faz e, por sinal, têm alguns trabalhos que são uma delícia: Provador de vinho, cachaça, cerveja, comidas etc.; Crítico de Cinema; Fotógrafo; Músico, leia-se Popstar; Massagista de assistente de palco; Juiz de futebol, essa foi de brincadeira, né? kkk. Bom, resumindo: gostar do que se faz torna a vida mais fácil. Trabalhar e dedicar momentos inspiradores no que faz você feliz, não tem preço, (nossa, dois slogans em uma frase, caramba). E como diria o grande comunicólogo: “Pô, parece que não sei. É pá daqui, pá de lá.” Seja o que você quiser, mas seja você e não lute contra sua natureza, só se ela for do “lado escuro da força”.

Maury Muniz
.

sexta-feira, 6 de novembro de 2009

Descoberto OURO no Vale do Paraíba.

É, não é mole não. A Agência Tríadaz de Taubaté foi a única agência do Vale a trazer um “premiozinho” no 9º Prêmio Recall de Criação Publicitária. O melhor da propaganda do interior paulista esteve presente em Ribeirão Preto, no dia 31/10, para concorrer em 10 categorias criativas. Com destaque para as agências Central Business - Mogi das Cruzes e NW3 Comunicação - Ribeirão Preto, com 14 short-list e 4 vitórias e 8 short-list e 6 vitórias, respectivamente. Voltando ao que interessa, a Tríadaz levou o OURO em Mídia Exterior, uma peça colocada no encosto de cabeça dos ônibus que transportam os funcionários da empresa Heatcraft Brasil. A campanha foi feita para conscientizar sobre a importância de usar o cinto de segurança no ônibus para evitar acidentes. A ideia de fazer esta peça foi do Diretor de Criação, meu parceiro Lucas Rodrigues, eu só tive o trabalho de ajustar o texto, que também já veio meio mastigado por ele. Parabéns a todos os envolvidos. Não posso deixar de lembrar a participação da Atributo Comunicação e da Publicarte que também entraram no short-list. Boa Taubaté!
O Vale mostra sua criatividade mesmo com as “verbinhas” e “prazinhos” que temos para trabalhar. E como diria Galvão Bueno: É ouro, é ouro, é ouro...


OURO
Peça: Nariz
Cliente: Heatcraft Brasil
Agência: Triadaz Propaganda e Marketing – Taubaté
Diretor de criação: Lucas Rodrigues
Diretor de arte: Lucas Rodrigues
Redação: Maury Muniz
Atendimento: Jonas Maduro
Aprovação do cliente: Paula Souza

Mais informações: http://www.revistarecall.com.br/premio_regulamento_2009.asp

.

domingo, 25 de outubro de 2009

São João em Taubaté 2009 - Spot/Jingle.

Participamos da concorrência para a Festa Junina do Sesc Taubaté de 2009, pela Tríadaz, e perdemos por MOPV, Mistérios Obscuro da Publicidade Valeparaibana. Fiz o spot/jingle em cima das informações do briefing, este por milagre estava completo, onde pedia o tema do São João Nordestino voltado para a culinária e costumes do Nordeste Brasileiro. Entitulo spot/jingles por ter as características dos dois: informativo/claro como o Spot e musicado/divertido como o Jingle. Ficou bem legal!!!


video

Maury Muniz

.

terça-feira, 20 de outubro de 2009

Caipirinha de Banana.

Atendendo a pedidos tive que postar a receita da "famosa" Caipirinha de Banana. Há uns 10 anos assisti um desses programas da tarde onde um barmen fez esta maravilha.
- uma dose de pinga;
- meio limão;
- uma banana nanica;
- gelo e açucar.
Coloque no liquidificador os ingredientes com muito gelo, uns 10 cubos, bata até moer tudo, vai ficar com a textura de froozen. Aí é só curtir o sabor inigualável desta maravilha tropical. Se estiver com preguiça é só me convidar para ó próximo churras que eu faço. Mostre pro mundo que banana vai muito bem com cachaça.

Maury Muniz
.

Ferramentas para otimizar o seu Twitter.

Quando se fala em novas tecnologias existem muitos sites que abordam o assunto, mas tem um que eu gosto muito, e recomendo, que é o iMasters. Por uma internet mais criativa e dinâmica. Em especial gosto muito do Cláudio Torres, consultor em Mkt Digital e Mídias Sociais, que aborda muitos temas sobre as Novas Tecnologia da Comunicação e deu dicas bem legais de aplicativos para usar junto ao Twitter que irão otimizar o relacionamento com o seu consumidor ou com a sua turma. Vale a pena conferir e depois ficar com cara que viu passarinho azul.
http://imasters.uol.com.br/artigo/14647/midiasocial/ferramentas_essenciais_para_usar_com_o_twitter/

Maury Muniz
.

quinta-feira, 15 de outubro de 2009

Dia dos Professores, que lindo!

Parabéns a todos, afinal aprendemos e ensinamos muitas coisa durante a vida com um único pensamento: Conhecimento não ocupa espaço, quer dizer, só na estante. Segue um e-mail que recebi da Laís Melo acho que muitos compartilham das palavras dela, espero, né? Obrigado, você me fazem melhor a cada dia! "Calma pessoal, tá acabando... mas vai demorar um pouquinho!"

"Penso que esta é a oportunidade ideal para agradecer por tudo aquilo que o você faz por mim, por tudo o que me ensina em aula e, também, por tudo de bom que a sua postura séria, honesta e ética sugere a mim e a todos os meus colegas de classe.
Acredito que a sua vida seja bastante complicada, com tantas coisas a ensinar, com tantas provas a corrigir, com toda a preocupação em saber se os seus ensinamentos foram assimilados... creio que sejam poucas as profissões que exijam tanto de alguém como o magistério, pois a sua tarefa não termina quando o sinal sonoro indica o fim da aula e isso torna a sua função um verdadeiro sacerdócio, não é?
Sei que às vezes não sabemos reconhecer o seu esforço e a sua dedicação e, assim, peço-lhe desculpas em meu nome e em nome de meus colegas também. Não é por mal, acredite!
Mas, este dia me parece uma boa oportunidade para que todos nós façamos uma promessa para nos comportarmos melhor durante as aulas, para sermos mais atentos e para retribuirmos a sua dedicação com a nossa dedicação.
A gente ouve dizer que a vida do professor é muito sacrificada: muito trabalho, muito estresse, pouco respeito e pouco dinheiro...
No entanto, quero que esta cartinha toque o seu coração e a sua mente como uma luzinha no fim do túnel, como uma renovação desta sua esperança latente de que, um dia, finalmente, o mundo saberá reconhecer o valor das suas palavras, da sua abnegada dedicação, do seu árduo, nobre e sagrado trabalho. Eu já estou fazendo isso, acredite!

Com admiração e gratidão.
Grupo Sapiens - Comunicação Social ênfase em Publicidade e Propaganda - 4°A"

segunda-feira, 12 de outubro de 2009

As Faces do Vale do Paraíba.

Tudo começou quando o diretor de arte, meu parceiro Alexandre Lemes, fez o layout e o primeiro texto para o calendário de 2009 da Resolução Gráfica. Conhecedor e admirador de São Luiz do Paraitinga, ele fez a primeira folhinha. A ideia era ter fotos e textos para doze cidades do Vale, área de atendimento da gráfica. Depois de aprovado, sem alteração alguma, tive que elaborar os outros onze textos. O resultado foi fruto de dois dias de pesquisas sobre a história e a cultura das cidades do Vale do Paraíba. Ficamos contentes com o resultado, acompanhe:

Festa do Divino - São Luiz
São Luiz do Rio, São Luiz do Paraitinga.
Tua história é acolhedora e serve de pouso para quem se apresenta de passagem. Alegria tem seu povo que festeja, canta e ri. Tua tradição está no rosto marcado pelo trabalho e se traduz na música da sua gente.
Gente Feliz, gente luizense.

Figureiras - Taubaté
Dos Bandeirantes ao Café, da literatura às indústrias.
Taubaté, berço de brasileiros ilustres, exploradores de terras e histórias brasileiras. De artesanato característico que figura como ícone na cultura do Vale. O passado histórico traz no seu povo a segurança do promissor futuro. Gente feliz, gente taubateana.

Barco Pesqueiro - Ubatuba
Sobre o Trópico, o verão começa aqui.
Ubatuba nos salta aos olhos com paisagens e histórias.
Culinária típica, folclore rico, raiz caiçara preservada junto à natureza.
Ontem foco da Confederação dos Tamoios, hoje a Capital do Surfe.
Gente feliz, gente ubatubense.

Cerâmicas - Cunha
Ponto de passagem do ouro e do café.
Cunha, estância de clima agradável e solo fértil. Um conto importante da economia imperial, alicerce da Estrada Real. Tradições conservadas por um povo que modela a arte e vive dela.
Gente feliz, gente cunhense.

Palacete da Princesa - Pinda
Planícies belas e férteis se encontram com a Mantiqueira.
Fazem de Pinda lugar seguro, celebrada como a Princesa do Norte.
Agricultura em declínio acelerou a indústria, mudou a cidade.
Com toda energia consolidou o crescimento e o orgulho do povo.
Gente feliz, gente pindense.

Luzes do céu ao chão - São José dos Campos
Vila Nova de São José virou a Capital do Vale.
História de início conturbado entre índios, jesuítas e colonos.
O ciclo agropecuário deu lugar a importantes multinacionais.
Pelos céus do mundo a marca de um povo referência em ciência e tecnologia. Gente feliz, gente joseense.

Nas Alturas - Santo Antônio
Santo Antônio de Araucárias e Pinhais.
Fonte de longa disputa entre Minas e São Paulo. Culinária e artesanato apreciados em um clima exuberante. Calor de um povo acolhedor e ciente do seu papel no turismo da Mantiqueira.
Gente feliz, gente pinhalense.

São Frei Galvão - Guaratinguetá
A força do Paraíba formou a Terra das Garças.
Polo de ensino, a importância de Guará fez crescer o Vale do Paraíba.
De suas terras deram origem grandes cidades e o início da industrialização. A luz de um povo religioso reflete na fé ao primeiro Santo brasileiro. Gente feliz, gente guaratinguetaense.

Bairro do Capivari - Campos dos Jordão
Campos exóticos, desbravados por sertanistas.
Clima excepcional para a saúde de muitos, hoje fortalece o turismo.
Arte, culinária e música fazem do inverno um festival na Mantiqueira.
Arquitetura européia com a receptividade brasileira.
Gente feliz, gente jordanense.

A Fé - Aparecida do Norte
Das margens do Paraíba nasceu a Padroeira.
A santa aparecida nas redes, hoje move fiéis romeiros.
Em busca da fé a cidade cresceu e se fez importante Vale religioso.
Fonte de peregrinação de diferentes povos à Padroeira do Brasil
Gente feliz, gente aparecidense.

Canção Nova - Cachoeira Paulista
Entre rios, montanhas e cachoeiras do Vale.
Entre Minas, Rio e São Paulo foi pouso de descanso e luta.
Uma nova canção se ouve em seus vales, motivando o bem.
Cidade promissora de povo devoto, trabalhador e solidário.
Gente feliz, gente cachoeirense.

Nos trilhos da história - Jacareí
Rio dos Jacarés do Tupi ao Português.
Morros selvagens encantaram índios e colonizadores.
Humilde pousada colonial de tropeiros, tornou cidade progressista.
História de força e vitórias, fez da industrialização um avanço para o seu povo. Gente feliz, gente jacareiense.

Maury Muniz
.

All Type - Vaga para Redator Publicitário, Urgente!

Um tipo de publicidade que vem despertando o interesse de alguns diretores de arte/criação é o All Type. Anúncios feitos exclusivamente de letras, sem um layout muito elaborado e sem a utilização de imagens e ilustrações. Lutamos para ir na contra-mão da frase: "Uma imagem vale mais que mil palavras", então, diga isso sem usar nenhuma letra ... Imagem não é tudo, ainda temos espaço para bons textos.
Este foi o "castigo" que tive quando avisei que iria sair da agência, o diretor de criação, Lucas Rodrigues, pediu para fazer um anúncio para a vaga de redator que iria abrir. Já tinha a ideia de fazer um job em All Type mas não encontrava o cliente/produto ideal, encaixou como uma luva, ? Quem decorou o texto (fez o layout) foi o meu parceiro Danilo Monteiro. "Vaga para Redator Publicitário, Urgente!"

.

sábado, 10 de outubro de 2009

Show de Aliteração com Chico Anysio e o Mundo Moderno.


Fantástico o show de aliteração dado pelo Escritor, Humorista, Garoto Propaganda, Ator, Autor, Pai de uns 23 filhos etc. O poema Mundo Moderno foi apresentado nos 18 anos do Programa do Jô.
* A Aliteração é um recurso linguístico que repete fonemas num verso ou frase. Tem grande poder de persuasão, pois o som de determinados fonemas leva nosso cérebro por caminhos diferentes.

“Mundo moderno, marco malévolo, mesclando mentiras, modificando maneiras, mascarando maracutáias, majestoso manicômio. Meu monólogo, mostra mentiras, mazelas, misérias, massacres, miscigenação, morticínio maior, maldade mundial.
Madrugada... matuto magro, macrocéfalo, mastiga média morna, monta matumbo malhado, munido machado, martelo... mochila mucha, margeia mata maior. Manhãzinha move moinho moendo macaxeira, mandioca. Meio-dia mata marreco... manjar melhorzinho.
Meia-noite mima mulherzinha mimosa, Maria morena, momento maravilha, motivação mútua mas monocórdia, mesmice. Muitos migram mascilentos, maltrapilhos, morarão modestamente: malocas metropolitanas; mocambos miseráveis, menos moral, menos mantimentos, mais menosprezo. Metade morre... mundo maligno, misturando mendigos maltratados... menores metralhados, militares mandões, meretrizes marafonas, mocinhas, mera meninas... mariposas, mortificando-se moralmente, modestas moças maculadas, mercenárias mulheres marcadas... mundo medíocre. Milionários montam mansões magníficas, melhor mármore, mobília mirabolante, máxima megalomania, mordomo, Mercedes, motorista, mãos magnatas manobrando milhões mas maioria morre minguando. Moradia meia-água, menos, marquise. Mundo maluco, máquina mortífera, mundo moderno melhore, melhore mais, melhore muito, melhore mesmo. Merecemos... maldito mundo moderno, mundinho merda.”


http://www.youtube.com/watch?v=qIGYZFDl174

Ora! Fita métrica para ver a hora?

Horas, minutos e dias da semana medidos com precisão métrica. Em pleno fervor da Era digital, o novo relógio Ora, projetado pelo designer grego Alexandros Stasinopoulos, nem precisava dizer a nacionalidade dele, dá um show de comunicação mecânica lembrando os velhos, grandes e raros Relógios de Parede.
Com o crescimento do uso de celular e suas horas fáceis, o relógio de pulso virou um mero "adorno", perdeu sua função básica, afinal, canso de ver gente com relógio bonitão olhar as horas no celular.
Inovação grega, engenharia suíça e uma tal excentricidade humana. Show de Bola!

http://acriacao.com/2009/09/29/ora-by-alexandros-stasinopoulos/

Maury Muniz
.